Pontos acumulados podem garantir o presente do Dia dos Namorados

É uma forma de pagamento para resgatar produtos, além de passagens aéreas

Enquanto a crise econômica estiver assombrando o mercado, o comportamento do consumidor vai alternar entre o otimismo e a desconfiança. Entretanto, as datas continuam sendo comemoradas e os consumidores driblando os custos para conseguir comprar os presentes. Haja criatividade. Para o Dia dos Namorados, uma dica do especialista em varejo e diretor de inteligência de negócios do GS Group, Fernando Gibotti, é aproveitar os pontos acumulados nos programas de fidelidade e escolher um presente para o casal celebrar a data.

 

O consumidor deve consultar a quantidade de pontos que já acumulou desde que se cadastrou no seu Programa de Fidelidade ou no Programa de Fidelidade do seu Cartão de Crédito.

 

Nos sites de empresas de fidelização de clientes ou do seu banco, há itens disponíveis em vários segmentos – eletrodomésticos, eletrônicos, restaurantes, roupas, floriculturas, artigos para casa, cosméticos, entre outros – que podem ser resgatados com pontos ou com vale-compra. A relação de troca pontos/vale compra por produtos a serem resgatado depende muito das regras do programa de fidelidade; cada um define quanto é preciso gastar para ganhar pontos e também quantos pontos são necessário para trocar por determinados produtos.

 

A quantidade de pontos para trocar por um mesmo produto ou uma mesma passagem de um certo trecho varia de empresa para empresa de fidelização. De qualquer forma, segundo Gibotti, os pontos expiram depois de um certo período de acordo com as regras de cada programa. Muitos consumidores perdem os seus pontos por desconhecimento ou esquecimento. Outros deixam de usar os pontos porque esperam a melhor promoção e o período ideal para viajar, e acabam perdendo os pontos.

 

“Uma pena, pois os pontos acumulados têm o peso de uma moeda de troca, ou seja, são uma outra forma de pagamento quando se necessita adquirir um produto. Hoje há centenas de itens de vários segmentos disponíveis no mercado. Há desde produtos para casa até produtos dirigidos para animais de estimação. Para qualquer situação é possível trocar os pontos. Seja para uso próprio ou para presentear alguém”, explica Gibotti.

 

Eis uma oportunidade para o Dia dos Namorados. Os pontos podem proporcionar um jantar romântico em vários restaurantes do país que oferecem um programa de fidelidade. Um japonês, uma pizzaria, uma churrascaria têm opções e quantidade de pontos para todo gosto já partir de 20 mil pontos .

 

Ou ainda dar um relógio da Adidas ou Michael Kors ao namorado por uma média de 44 a 200 mil pontos. Um perfume Bvulgari, Mont Blanc ou um kit Natura, alternativas de presente para a namorada, exigem de 16 a 41 mil pontos.

 

Quem quer adoçar as relação pode optar pela troca de alfajores Havana de 6 a 24 unidades a partir de 9.100 a 20.110 pontos.

 

Essas são algumas de inúmeras alternativas disponíveis. Como lembra Gibotti, “os pontos acumulados precisam ser vistos pelo consumidor, também como uma forma de pagamento, uma moeda de troca. Podem ser utilizados para resgatar inúmeros serviços e produtos, além das passagens aéreas”.

 

Portanto, o Dia dos Namorados pode ser comemorado em grande estilo. Sem precisar necessariamente de se optar por presentes modestos. Bata aproveitar uma das principais vantagens de um Programa de Fidelidade.