Natal nos shoppings é antecipado para aumentar vendas

O Natal começou mais cedo este ano. Desde o final de outubro, o espírito natalino já havia se instalado em alguns centros comerciais do país. Boa parte dos shoppings antecipou a decoração de enfeites na tentativa de impulsionar as vendas para compensar a baixa que o comércio sofreu no primeiro semestre de 2013. Essa data é a melhor do ano para consolidar as vendas.

Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop), os centros comerciais devem gastar neste ano mais de R$ 286 milhões com adornos decorativos e campanhas natalinas, um aumento de 22% em comparação a 2011. Isso equivale a uma média de R$ 450 mil por shopping para criar um ambiente apropriada à data.
comprasnatal1
Com todo esse investimento, a Alshop estima um crescimento de 5% nas vendas em âmbito nacional, o mesmo patamar do ano passado. O mesmo percentual é esperado para o número de trabalhadores temporários nesta época do ano, aproximadamente 135 mil pessoas (contra 129 mil no ano passado). Já a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP), divulgou um estudo que aponta um crescimento de 7% no comércio só no Estado de São Paulo, onde o investimento costuma ser maior.

O presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff, está bastante otimista com a data. “O período do Natal é quando todos os segmentos da economia são beneficiados, pois a troca de presentes e o 13° salário, que neste ano cresceu mais do que a inflação, estimulam a economia da forma geral”. Ainda segundo ele, os setores que terão maior destaque nas vendas devem ser brinquedos, eletrônicos, vestuários, celulares e tablets.