Em plena ascensão, o mercado de e-commerce do Brasil já ultrapassa fronteiras. As lojas virtuais nacionais passaram a ter uma participação significativa de estrangeiros que compram de outros países pelo sistema PayPal. A empresa especializada em pagamentos online é que divulga alguns dados interessantes.
Até o final de 2013, a PayPal estima que sejam gastos R$1,5 bilhões em lojas virtuais brasileiras por meio de aproximadamente 88 milhões de estrangeiros. O diretor geral do PayPal na América Latina, Mario Mello, comenta sobre o potencial que o país tem com o mercado de e-commerce. “O Brasil já ultrapassou a barreira comercial e cultural de diversos países mundo afora, sendo que os estrangeiros veem no nosso mercado possibilidades reais de consumo de produtos e serviços. É a demonstração do grande potencial de mercado das empresas nacionais no exterior.”
crescimentovendas
Os principais consumidores estrangeiros são os americanos. A empresa estima que até o final do ano eles gastem R$ 849 milhões em compras virtuais. Os chineses também demonstram grande procura pelas lojas virtuais brasileiras e seus gastos devem atingir R$ 400 milhões. Os britânicos aparecem na lista com R$ 115 milhões, seguidos pelos alemães com R$ 88 milhões e australianos, com aproximadamente R$ 9,5 milhões.
Entre os produtos mais procurados pelos estrangeiros, está a categoria de vestuário, calçados e acessórios, seguida por remédios e cosméticos, jóias e relógios, e eletrônicos pessoais (smartphones, tablets, etc.). Apesar da grande procura pelo e-commerce nacional, o gasto dos brasileiros em lojas estrangeiras é quase dobro: cerca de R$ 2,6 bilhões serão gastos até o final do ano, contra R$ 1,5 milhões dos estrangeiros.